(🇧🇷) O coronavírus 🦠 acelerou a nossa transição ao mundo mobile 🤳🏽

Os gastos com publicidade e o consumo em aplicativos aumentaram muito. Os anúncios para celular aumentaram 70% durante a pandemia, liderados pelos anúncios interstitials, apesar dos cortes gerais nos orçamento.



O aumento foi devido, em grande parte, aos consumidores que gastam em média 20% mais de tempo em seus dispositivos móveis, já que a pandemia manteve todo mundo trancado dentro de suas casas.


Os gastos do usuário saltaram para US $ 50 bilhões, marcando o trimestre de maior sucesso para a Apple e o Google até o momento.



Os aplicativos de streaming de vídeo também tiveram um aumento, os consumidores estão transmitindo 25% mais tempo em comparação com o quarto trimestre de 2019.


O uso de vários aplicativos como Netflix ou TikTok aumentou de 15% para 45% durante o segundo trimestre, mostrando que os canais de vídeo tradicionais e sociais podem estar se aproximando. Como mostra o gráfico a seguir.



Entre os aplicativos de negócios mais baixados, o Zoom ficou em primeiro lugar, seguido por Microsoft Teams, Google Meet e Cisco Webex.


O comércio também está crescendo, os varejistas aproveitaram a oportunidade para tornar mais fácil para os consumidores fazerem pedidos online.



O PayPal, por exemplo, aumentou 86% suas transações durante o segundo trimestre de 2020 devido ao aumento nas compras.

O papel essencial do celular na indústria de alimentos e restaurantes também está se acelerando.



Os aplicativos de entrega de alimentos dominaram as stores em certos países, obtendo um aumento no tempo de uso, conforme os usuários tentavam diversificar a comida em casa.

Os aplicativos de delivery de comida enfrentam intensa competição. O segundo semestre de 2020 é uma excelente oportunidade para obter uma vantagem competitiva sobre os concorrentes, pois muitos países continuarão com quarentena estrita e se prepararão para uma segunda onda de infecções.


App Annie espera que o boom de aplicativos continue e que as empresas se adaptem a nova realidade.


"O COVID-19 impulsionou o uso de apps, alcançando um crescimento que, de outra forma, levaria de 2 a 3 anos. Conforme avançamos para a temporada das férias em 2021, as empresas que priorizam os aplicativos terão desempenho superior ao de seus concorrentes, pois representam um grande impulso de crescimento de receita para o negócio", disse Lexi Sydow, diretora de Market Insights da App Annie.


Na Rocket Lab, acreditamos que, embora as perspectivas continuem sendo positivas para o ecossistema mobile, o crescimento dos negócios por meio de aplicativos não é autossustentável, pois não é fácil se destacar em um mercado onde existem cerca de cinco milhões de aplicativos nas stores em todo o mundo.

“Sabemos que hoje os aplicativos são o braço direito do mercado digital. No entanto, apenas alguns permanecem na mente do consumidor. Portanto, pode-se dizer que o papel do Rocket Lab é conectar as necessidades das pessoas com seus aplicativos favoritos”, afirmou Juan Echavarría, CEO do Rocket Lab.

Para um aplicativo novo ou conhecido, é essencial usar a tecnologia para atrair usuários mais valiosos e usar com eficiência seu orçamento de publicidade. Por esse motivo, o Rocket Lab combina machine learning e algoritmos preditivos que permitem adquirir novos usuários que se encaixam no perfil desejado e, assim, permitir que os profissionais de marketing maximizem sua lucratividade.


Finalmente, embora a aquisição de usuários seja importante para o crescimento de um aplicativo, não é o único esforço no qual eles devem se concentrar para alcançar o sucesso, por exemplo, as estratégias de remarketing são essenciais quando se trata de aumentar o LTV e a lucratividade por usuário.